Prêmio Tim Lopes de Jornalismo Investigativo – 2007

No último dia 27 o Disque-Denúncia e o Movimento Rio de Combate ao Crime, homenagearam os finalistas do 5º Prêmio Tim Lopes de Jornalismo Investigativo. A cerimônia foi realizada no Restaurante Clube do Empresário. Participaram do evento o Secretário de Segurança Pública - Delegado José Mariano Beltrame; Subsecretário de Inteligência - Edval Novaes; o editor adjunto da editoria Rio do Jornal O Globo - Jorge Antônio Barros; o Diretor Executivo de Jornalismo da TV Educativa - Arnaldo César; o Diretor Superintendente da Câmara Americana de Comércio - Ricardo de Albuquerque Mayer; o presidente do Instituto Brasileiro de Combate ao Crime - Zeca Borges e a coordenadora do Disque-Denúncia - Adriana Nunes. Também prestigiaram o cerimônia a Chefe de Gabinete da Secretaria de Segurança - Elizabeth Cayres; o Coordenador de Comunicação do Governo do Estado - Ricardo Cotta, além de jornalistas e empresários ligados ao MovRio.

Os organizadores criaram o evento para homenagear os melhores trabalhos de jornalismo investigativo realizados durante o ano de 2006.
O Prêmio serve não apenas de estímulo para uma produção jornalística de qualidade como também, para ao menos uma vez por ano, lembrarmos da perda irreparável, que foi a morte do jornalista que dá nome ao prêmio. Repórter da Rede Globo de Televisão, Tim Lopes foi sequestrado, julgado e condenado à morte pelo tráfico de drogas, na favela de Vila Cruzeiro, depois de descoberto no morro, fazendo uma matéria sobre bailes funk, em 2002.

As reportagens premiadas este ano são:

"Síndrome de Down: Preconceito na Internet" - de Fernanda Teixeira, da rádio CBN;

"24 Horas" - de Elenice Bottari e Paulo Marqueiro, do jornal O Globo;

"Os novos donos das favelas" - de Fábio França de Gusmão e Marco Antônio Martins, do jornal Extra;

"Rio de Sangue" - de Leslie Leitão, do Jornal O Dia;

"Nepotismo no Judiciário do Rio" - de Eduardo Tchao, da Rede Globo Rio de Janeiro.

Na categoria especial Prêmio Tim Lopes Nacional, a matéria premiada foi:

"Manual Contra a Violência" de Eduardo Machado, do Jornal do Commércio


No Prêmio Tim Lopes de Direitos Humanos, a matéria vencedora foi:

"Amor Imperfeito" - de Mônica Silveira, da Rede Globo Nordeste.